Empreendedorismo feminino: 47% das empresas abertas no Ceará em 2021 são de mulheres

O ano de 2021 foi marcado no Ceará pelo saldo positivo na abertura de empresas, com 109.995 no total, segundo a Junta Comercial do Estado (Jucec). Mulheres respondem por 47% dos novos negócios, sejam empresárias, sócias ou contadoras. Ao todo, 51.764 mulheres formalizaram negócios de janeiro a dezembro daquele ano.

A relevância da participação feminina também foi observada em 2019, ano anterior ao início da pandemia da covid-19, em que elas se relacionaram a 45% das aberturas de empresas.

O segmento com participação feminina mais ampla foi o de Serviços, com 27.727 registros. Aparecem em seguida o Comércio, com 19.043, e a Indústria, com 4.994.

A classificação que mais se destaca pela quantidade de constituições é a de Serviços Combinados de Escritório e Apoio Administrativo, também do setor de Serviços.

A presidenta da Junta Comercial, Carolina Monteiro, avalia que as mulheres estão avançando seguidamente na conquista da independência financeira, ainda que o empreendedorismo seja predominantemente masculino. “Isso significa mais autonomia e renda para elas e suas famílias. As estatísticas mostram o crescimento do número de mulheres no mercado de trabalho, e com a formalização de suas atividades como empreendedoras, elas ganham segurança jurídica e reconhecimento”, afirma.