Juraci Magalhães e Américo Barreira: a memória de Fortaleza em pandarecos

Juraci Magalhães e Américo Barreira: a memória de Fortaleza em pandarecos

Juraci e Américo: largados à própria sorte pela falta de memória das autoridades de Fortaleza

A memória do fortalezense está em pandarecos. Do mesmíisimo jeito está a praça Juraci Magalhães, que fica na Avenida Américo Barreira, no bairro Couto Fernandes.

O vereador Raimundo Filho, sem resultado nenhum, vem tentando lembrar à Prefeitura que o local, além de referência de convívio comunitário, é também homenagem a um ex-gestor de inquestionável importância para a cidade. Ele está propondo a reforma da praça, mas necas. Da mesma forma, tem destacado que a via em que o equipamento se situa reverencia o professor e ex-vice-prefeito de Fortaleza (gestão de Maria Luiza Fontenele, de 1986 a 1989) que, entre outros feitos militou intensamente contra a ditadura militar e pela redemocratização do País.