Empresa brasileira cria conceito de manufatura inteligente de baterias para smartphones e notebooks

Empresa brasileira cria conceito de manufatura inteligente de baterias para smartphones e notebooks

A empresa brasileira Unicoba, pioneira no mercado em soluções de armazenamento de energia, através de baterias de lítio e chumbo, inaugura três novas linhas de fabricação de baterias de lítio em sua fábrica, em Manaus, destinadas a atender a mercado nacional e internacional de smartphones e notebooks.

Com investimento superior a R$ 30 milhões, o projeto levou cerca de seis meses para ser implementado e consolida a força da indústria nacional frente aos concorrentes internacionais, garantindo aos consumidores brasileiros produtos que seguem os exigentes requisitos de qualidade e segurança na produção de baterias de lítio para o setor.

“O know how que adquirimos somado aos processos de produção similares ao do maior fabricante global de baterias de lítio, fortalece o poder da indústria brasileira enquanto a qualidade e segurança, além de trazer ganho de eficiência produtiva, abordado na indústria 4.0”, comenta Marco Américo D. Antonio, CEO de Unicoba.

O conceito de manufatura inteligente segue a tendência da indústria 4.0, focando na automação dos processos críticos de segurança e qualidade, atendendo novos requisitos de qualidade e fortalecendo sua parceria com a Lenovo, líder global no fornecimento de tecnologia mais inteligente para todos, inspirada no desejo de que mais pessoas possam estar conectadas.

“Devido à parceria de longa data e preocupação com a experiência de nossos clientes, escolhemos a Unicoba para implementar o conceito de manufatura inteligente em nossas linhas de fabricação de baterias”, diz André Martin, gerente de compras da Lenovo.

“Esperamos uma redução no processo manual, diminuindo a quantidade de pessoas envolvidas na linha superior a 50%. Além de termos a implementação de uma manufatura 4.0, teremos ainda mais segurança e preocupação com ESG”, completa.

As novas linhas de produção ocuparão mais de 800 m² e, com elas, a empresa prevê a contratação de mais de cem funcionários, dentre eles uma equipe focada no processo de automação e controle de qualidade. Com a operação, a empresa prevê produzir até 6 milhões de baterias até o final do ano. E a capacidade produtiva total será de 10 milhões de unidades por ano.