Gestão de impostos na cadeia de suprimentos pode representar ganho de eficiência para as empresas

Gestão de impostos na cadeia de suprimentos pode representar ganho de eficiência para as empresas

Você sabe qual é a importância da busca de eficiência na cadeia de suprimentos? Também conhecida como supply chain, a gestão dessa área no Brasil pode ser muito complexa, pois envolve a organização e funcionamento de toda a cadeia de operações de um negócio, desde a compra da matéria-prima até a fabricação e entrega ao consumidor.

A gestão de impostos na cadeia de suprimentos é um conjunto de conceitos e boas práticas que tem como foco a análise de dados para mapeamento dos impactos fiscais ao longo da cadeia, com o objetivo de garantir o melhor resultado, com o maior lucro e o melhor fluxo de caixa.

Entender como são tributados todos os insumos da sua cadeia produtiva e buscar fornecedores com vantagens competitivas são estratégias que podem significar ganhos financeiros para o negócio. A compreensão dos impostos pagos nos gastos e nas receitas de uma empresa pode reverter cenários de geração de caixa, para melhor ou para pior.

Para que a sua empresa entenda mais sobre o assunto, a Nutax Digital, que nasceu para facilitar a transformação digital na gestão tributária, separou três pontos importantes para um bom alinhamento entre a gestão de impostos e o supply chain, – afinal, é necessário entender que perder competitividade e capacidade financeira são dois grandes problemas que uma empresa pode enfrentar caso não tenha uma gestão de impostos eficiente em sua cadeia de suprimentos.

1 – Garanta a compreensão:

Conheça e entenda com o seu time quais são os tributos que incidem sobre os seus materiais e qual o efeito deles em seu custo líquido de produção/venda. Saiba também quais tributos você cobra em sua nota fiscal.

2 – Conheça os seus fornecedores:

Entenda seu posicionamento estratégico e fiscal: quais são as vantagens e desvantagens de um determinado fornecedor, e o que os concorrentes dele podem oferecer em termos de tributação. 

3 – Planeje e execute:

Identifique possíveis oportunidades, projete cenários e defina os objetivos. Execute e acompanhe os resultados de suas ações.