Você é uma pessoa corajosa? Saiba como lidar com os medos

Você é uma pessoa corajosa? Saiba como lidar com os medos

Empreendedora social, palestrante, estrategista de branding e fundadora do canal Hello Fears, a venezuelana Michelle Poler viralizou no YouTube ao enfrentar um medo por dia, durante 14 semanas. O desafio intitulado #The100DayProject deu origem ao livro E aí, Medo?, publicado no Brasil pela Editora Hábito.

As lições de coragem e resiliência de Michelle também chamou atenção de grandes marcas como Google, Netflix, Microsoft, Facebook, TEDx, Tinder e Coca-Cola, que a convidaram para compartilhar experiências e ajudar pessoas em busca de mais coragem. A escritora ensina como  sair do ‘piloto automático’ e enfrentar seus temores para viver plenamente. Algumas dessas dicas, que inspirou mais de 70 milhões de pessoas ao redor do mundo, estão listadas abaixo, confira:

  1. Saia da zona de conforto: quando planejamos experiências que são familiares, e repetidas, provavelmente: (1) elas não serão muito marcantes e (2), no meio, você não prestará muita atenção no processo. Mas, se planejarmos algo que nunca fizemos antes, pode não ser tão fácil, porém, essa experiência será única e a mente ficará tão ocupada com a novidade que não terá escolha senão prestar atenção plena. Isso ajuda a sair da zona de conforto e enfrentar novos desafios, foi isso que Poler fez ao descer Montanhas Rochosas no interior de Nova York ou quando ela aprendeu a pilotar um avião. 
  2. Aproveite a viagem, seja qual for o destino: para a autora, a vida não consiste em uma série de realizações, mas no caminho para chegar lá e as metas estabelecidas para que aconteça. Pois, o destino é apenas uma desculpa para começar a caminhar. Essa maneira de encarar a vida não serve só para viagens, é possível aplicá-la também no trabalho e nos estudos. Ao invés de pensar “eu tenho que fazer”, pense “eu quero fazer”, “eu decidi fazer” ou “tenho o privilégio de fazer”. Pensar nas coisas como um privilégio ajuda a valorizar o que temos e a ter prazer em fazer, em vez de ficar tenso e querer logo terminar. Curta o processo. 
  3. Trate este momento como se fosse o último: após enfrentar 100 medos, Michelle soube que seu maior temor é perder algum ente querido e ter que continuar a levar a vida. Para enfrentar este medo, a escritora escreveu uma carta muito sincera para os pais que estão vivos e com saúde. A ideia era dizer-lhes não só quanto eles são importantes para ela, mas também o que ela gostaria de mudar em seu relacionamento para aproveitar ao máximo o tempo que eles têm juntos. Ou seja, não deixe para aproveitar no fim da jornada, faça como se fosse seu último dia para que não viva com arrependimentos. Valorize os momentos, eles são únicos. 
  4. Não subestime o tempo: o tempo é a coisa mais preciosa do ser humano e quando desperdiçado, não pode ser recuperado. Para viver totalmente no presente, Michelle Poler leva seu tempo muito a sério. Segundo a autora, é preciso fazer algo que dê entusiasmo e o faça pensar “aí, SIM!” e não “então tá”. Pois, não ligar muito para as coisas que faz, a vida passará num piscar de olhos. É necessário descobrir quais atividades que tenha vontade de executar para dedicar um bom tempo a elas, sem se tornar algo cansativo.