Partnership: passo a passo para retenção de talentos em longo prazo

Os planos de incentivo de longo prazo já são uma forma de remuneração variável bastante comum para reter os melhores talentos, principalmente nos segmentos de mercado com maior carência de profissionais especializados, como tecnologia e saúde.

Neste contexto, os incentivos de longo prazo se tornaram não somente um grande atrativo mas, também, premissa para que a empresa contrate e retenha as melhores pessoas a fim de garantir a execução estratégica  das sua missão e visão.

E este é o assunto que Julian Tonioli e Eduardo Baccetti, sócios da Auddas,vão explorar no próximo dia 26 de abril, terça-feira, às 19 horas,  no webinar “Partnership: passo a passo para retenção de talentos a longo prazo”, pelo canal da Auddas no YouTube. Mas para participar precisa se inscrever pelo link: https://conteudo.auddas.com/webinar-partnership.

“O modelo de Partnership é aquele em que os indivíduos conseguem converter a remuneração em R$ em participação acionária e permite mobilidade acionária interna na companhia, recompensando os melhores talentos com oferta de participação na sociedade do negócio”, explica Tonioli.

Da mesma forma, a remuneração variável está cada vez mais presente no dinâmico ecossistema de negócios das startups, onde existe um sentimento muito claro de que as pessoas querem ser sócias e fazer parte dos negócios que contribuem diariamente.

Baccetti, que é advogado e tem pós MBA em Harvard, complementa ainda que, “aliado a isso, o fato de estarem havendo cada vez mais transações como M&A, IPO, que geram mais liquidez, do ponto de vista de equity dos empreendedores, também tem aumentado a procura por este tipo de remuneração variável, que motiva o maior engajamento do time e envolve a participação societária nos negócios”.

Deixe um comentário