Rede Coworking Ceará apresenta casos em comemoração ao Dia do Coworking

Rede Coworking Ceará apresenta casos em comemoração ao Dia do Coworking

Os coworkings são empreendimentos que vêm ganhando projeção devido aos novos modelos de trabalho e inovação tecnológica. Após a pandemia, muitos negócios viram a necessidade de remodelar suas estruturas e encontraram nos coworkings uma oportunidade de por em prática essas mudanças de forma ágil, segura e sustentável.

O segmento de coworking é um dos que mais cresce no país e o Ceará possui cases importantes na área. Para debater atividades inovadoras dos coworkings, as experiências e os espaços diferenciados, a Rede Coworking Ceará promove amanhã, terça-feira, 8 de agosto,  encontro no Ninna Hub de Inovação (Av. Dom Manuel, 1020 – Centro).

No evento, que antecede o Dia Mundial do Coworking, 9.8, cinco gestores de espaços associados à rede vão compartilhar suas experiências, desafios e perspectivas para os próximos anos, em um roda de conversa dinâmica, onde cada modelo de negócio será contemplado.

Participarão o CEO da Elephant Coworking, André Farias, que apresentará a vasta experiência em comunidades e inovação, incluindo a gestão de uma sede em Belém e outra em Fortaleza ; a CEO do My Place Office, Salete Aguiar, o espaço de escritórios compartilhados pioneiro do Ceará, que recentemente adotou a franquia como gestão de negócio; a CEO do Cuida CWK, Samya Angelim, que inaugurou seu espaço logo após a pandemia, em uma grande estrutura situada em Juazeiro do Norte; o CEO Glauber Abreu, fundador de um dos primeiros coworkings do estado, o For Coworking, que passou por um processo de fusão com o HG Office, outro player relevante no cenário local, dando origem ao HG+ Coworking: e finalmente, André Luís Macedo, idealizador do Transforme CWK, único coworking certificado Lixo Zero do País.

“Esse tipo de negócio vem crescendo em razão de características como diversidade geracional, flexibilidade e autogestão. É nesse sentido, o mercado de coworking apresenta tendência de crescimento. A projeção é que ela continue aumentando, pois o desenvolvimento tecnológico continuará a se acelerar, permitindo que pessoas de todo o mundo acessem oportunidades de emprego e carreiras. Teremos um momento de troca de experiências e de vivências”, considera Nadja Chagas e estou presidente da Rede Coworking Ceará.