Guerra de Israel contra a Palestina: 150 brasileiros ainda aguardam ser repatriados

Da Agência Brasil:

O Brasil já retirou da região do conflito no Oriente Médio um total de 1.137 brasileiros por meio da Operação Voltando em Paz, iniciativa do governo brasileiro para trazer nacionais que desejam sair da zona de guerra. Outros 150 brasileiros continuam na região no aguardo da repatriação: 120 em Israel e cerca de 30 na Faixa de Gaza.  

Foram seis voos desde o dia 10 de outubro, sendo que o último, com 221 brasileiros, deixou a área de conflito e deve chegar ao país na madrugada desta quinta-feira (18).  

“Com isso, nós encerramos a primeira fase da maior operação de repatriação de brasileiros em zona de conflito, excluída, portanto, a pandemia, desde 2006”, relatou o ministro das Relações Exteriores Mauro Vieira nessa quarta-feira (18), em Brasília, em entrevista à imprensa.  

Vieira destacou que a operação disponibilizou veículos para transportar os brasileiros das áreas centrais de Jerusalém e Tel Aviv até o aeroporto e que toda operação foi acompanhada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Brasília (DF) 18/10/2023 – O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira durante entrevista coletiva, no Palácio Itamaraty, falam sobre a operação Voltando em Paz, de resgate de brasileiros da região de conflito entre Israel e o grupo extremista Hamas. 
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira durante entrevista coletiva, no Palácio Itamaraty, fala sobre a operação Voltando em Paz – Antonio Cruz/Agência Brasil

Agora, o Itamaraty aguarda a possibilidade de retirar os brasileiros da Faixa de Gaza, alvo dos bombardeios diários de Israel. “O presidente Lula falou com o presidente do Egito, El-Sissi, eu falei ontem com o ministro do Exterior do Egito pedindo o apoio para que o os brasileiros possam ser evacuados assim que essa passagem for aberta”, informou o ministro. 

Duas aeronaves, um KC-390 e um KC-30, estão de prontidão, uma em Roma, na Itália, e outra no Rio de Janeiro, para trazer mais brasileiros, “em virtude das listas estão sendo compostas pela nossa Embaixada”, relatou o comandante da Aeronáutica, Marcelo Damasceno.  Há ainda 15 estrangeiros de países latino-americanos, da Bolívia, Argentina, Uruguai e Paraguai, que solicitaram ajuda ao Brasil para deixar a região da guerra.  

Brasília (DF) 18/10/2023 – O comandante da Aeronáutica, Brigadeiro Marcelo Kanitz durante entrevista coletiva, no Palácio Itamaraty, falam sobre a operação Voltando em Paz, de resgate de brasileiros da região de conflito entre Israel e o grupo extremista Hamas. 
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Comandante da Aeronáutica, Brigadeiro Marcelo Kanitz diz que duas aeronaves estão preparadas para mais repatriações – Antonio Cruz/Agência Brasil

“Evidentemente, foi dada preferência nos primeiros voos aos cidadãos brasileiros. Mas estamos programando que, no último voo dessa primeira faze, se possa transportar 15 estrangeiros ainda interessados em voltar ao Brasil e daqui para seus países”, afirmou o ministro Mauro Vieira.  

Deixe um comentário