Plataforma descomplica processos de segurança de aplicações para desenvolvedores

O mercado de DevSecOps não para de crescer. De acordo com IDC, mecanismos para migração de aplicativos e infraestrutura centrados na nuvem seriam parte de 80% das empresas até o final de 2021. A Conviso – empresa pioneira em AppSec – apresenta ao mercado a Conviso Platform, seu principal produto, reestruturado e com maior foco em descomplicar o ecossistema e otimizar o processo de segurança de aplicações para desenvolvedores.

Assumindo nova identidade visual e posicionamento, em sua nova fase, a Conviso pretende empoderar profissionais de desenvolvimento na construção de aplicações seguras, como explica Wagner Elias, CEO da companhia. “Foi a partir de experiências práticas com empresas dos mais variados setores que nós entendemos que segurança de aplicações é uma questão de desenvolvedor”, explica.

O processo teve início com a reestruturação do software oferecido pela empresa, focado em DevSecOps, alterando o nome da plataforma e oferecendo uma segmentação em 5 produtos, cada um focado em uma fase do ciclo de desenvolvimento seguro. Além disso, a plataforma passa a ser completamente em inglês, alinhada à estratégia de globalização da empresa, que já tem clientes no mundo todo.

O relatório anual Octoverse do Github aponta crescimento de quase 40% da comunidade de desenvolvedores no país, colocando o Brasil entre as cinco nações que mais evoluem nesse mercado. Além disso, o estudo “Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências 2021”, realizado pelo IDC, revela que o setor de tecnologia cresceu 22,9% no Brasil, alcançando investimento de cerca de R$ 200,3 bilhões.

Tais avanços no mercado foram base para a reestruturação da empresa e da plataforma. “Começamos a trabalhar com AppSec há 13 anos, em um cenário no qual a maturidade do mercado ainda era baixa e AppSec era encarado como uma prática dentro de IT Security. Hoje, é uma das principais práticas de cibersegurança dentro das organizações, e temos processos maduros e mais tecnologia”, comenta o CEO.

Por meio da plataforma, desenvolvedores podem monitorar a segurança externa a partir de scan de rede e web dos ativos expostos para internet, identificar os riscos associados ao desenvolvimento e fornecer requisitos para construção segura da aplicação, realizar testes automatizados na esteira de desenvolvimento, aplicar correções e monitorar os principais ataques, além de ter espaço exclusivo para a capacitação e desenvolvimento contínuo dos colaboradores.

“As práticas de AppSec são implementadas a partir de inúmeras ferramentas complexas e estamos desenvolvendo a plataforma para simplificar a implementação e gestão”, afirma Wagner. Desta forma, a Conviso Platform conta com 5 produtos: Attack Surface, Secure By Design, Secure Pipeline, Protection as a Code e People and Culture.