Sete motivos para se investir em boas soluções de testes para aplicativos mobile

Ter sucesso na criação de um aplicativo passa por diversos aspectos. Mais do que oferecer uma interface amigável, navegação intuitiva e design atraente, é importante ter certeza de que o app vai “rodar” conforme esperado, sem os temidos “bugs” tão criticados nas avaliações dos usuários. É por isso que a fase de testes é uma das etapas mais importantes no desenvolvimento de um aplicativo. “Ela é responsável por verificar o bom funcionamento do app, detectar eventos inesperados que possam aparecer em qualquer fase do ciclo de vida do produto e corrigi-los antes do lançamento”, explica Rogério Athayde, Head de Ofertas Próprias da keeggo.

Rogério aponta que usar mecanismos de teste eficientes é fundamental. “Existe uma diversidade muito grande de modelos de aparelhos, formatos de tela e versões de sistemas operacionais. É um desafio desenvolver um app que rode bem em qualquer dispositivo. Por isso os testes precisam prever a simulação em diferentes cenários e de forma eficiente. É uma etapa que não pode ser negligenciada”.

O mercado disponibiliza soluções para testar aplicativos e muitas empresas optam por contratar esse serviço, em busca de mais eficiência e segurança. Nesse modelo, o cliente tem a vantagem de gerenciar seu próprio farm e modelar os testes conforme suas necessidades.

Uma das soluções disponíveis é o LabMobile, dakeeggo, que realiza testes automatizados em dispositivos móveis, por meio do navegador, rodando esses dispositivos em paralelo e sem latência. O cliente pode escolher em que dispositivos quer testar e ter acesso aos recursos dos aparelhos, como SMS, GPS e câmera.

“O cliente pode realizar testes mais complexos e sem limite, em dispositivos específicos, sem fila de processamento e sem perda de tempo ocasionada pela comunicação via internet. São soluções que trazem um custo-benefício interessante, pois aumentam as taxas de sucesso do aplicativo e evitam custos futuros acarretados por erros não identificados na fase de desenvolvimento”, ressalta Athayde.

Rogério Athayde relaciona os principais motivos para se dar a maior importância à fase de testes e buscar as melhores soluções para isso:

1. Ajuda a economizar dinheiro

Ao identificar bugs na fase de testes, é possível corrigi-los antes de lançar o aplicativo no mercado e isso reduz custos com atualizações futuras.

2. Segurança de dados

Os dados pessoais do usuário devem estar seguros e livres de vulnerabilidade ao usarem o aplicativo. Essa segurança também é testada, para a entrega de um produto confiável.

3. Qualidade do produto

A qualidade de um app está diretamente ligada à sua funcionalidade e isso é verificado nos testes de compatibilidade com os diversos sistemas operacionais. É possível simular também recursos como QR Code, FaceId, impressão digital, vídeos, chamadas de voz, código de barras, SMS e Geolocalização. Uma grande novidade é a possibilidade de simular dispositivos IoT, por meio dos protocolos MQTT, NFC e Bluetooth.

4. Satisfação do cliente

A primeira impressão é a que fica, certo? Se, no primeiro uso do aplicativo, o usuário ficar insatisfeito, o risco de buscar outro app que atenda a mesma necessidade é grande. Testes bem feitos aumentam as chances de oferecer uma experiência perfeita e garantir a fidelização, além de uma boa fama.

5. Acelera o desenvolvimento

Os testadores de aplicativos mobile trabalham em conjunto com a equipe de desenvolvimento, indicando uma variedade de cenários e erros e permitindo que eles sejam corrigidos, o que acelera e aprimora a fase de desenvolvimento. Com o LabMobile keeggo, o desenvolvedor realiza debugs diretamente no IDE de desenvolvimento sem alocar o dispositivo físico para simular aplicações em Android e IOS na Code Farm.

6. Fácil ao adicionar novos recursos

Quanto mais interconectado e antigo for o código de um aplicativo, mais difícil alterá-lo. Os testes neutralizam essa tendência de calcificação, permitindo que os desenvolvedores adicionem novos recursos com segurança. Isso deixa seu aplicativo à frente da concorrência.

7. Determina o desempenho do aplicativo

Um desempenho baixo ou reduzido prejudica a reputação no mercado. “Os times de desenvolvimento e testes podem validar todos os aspectos da experiência do usuário, incluindo testes de funcionalidade, desempenho e segurança. É possível também validar o design de interface, desde a fase de prototipação até depois do desenvolvimento, aumentando a colaboração entre os times de tecnologia, marketing e desenvolvimento”, finaliza Athayde.