Fundo de investimento imobiliário pode ser opção para quem tenta o visto de residência em Portugal

Investir em Portugal tem se tornado cada vez mais atraente para quem busca segunda nacionalidade para si e seus familiares. O país, além das afinidades com o Brasil, também conta com opções de investimento para os mais diversos perfis. Atualmente, as formas mais populares de investimento se dão pela aquisição de imóveis e por meio de fundos de investimento.

“O mercado de fundos é altamente regulamentado, o que torna uma opção segura e oferece tranquilidade para os investidores internacionais, uma vez que o gestor do fundo, o Banco Depositário e a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) supervisionam todo o processo”, comenta Ana Elisa Bezerra, vice-presidente da LCR Capital Partners no Brasil, empresa que presta assessoria para famílias interessadas em imigrar para Portugal por meio do visto de investidor Golden Visa.

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO

O Fundo de Investimento Imobiliário é uma modalidade coletiva em que diversos investidores podem participar. O fundo imobiliário dá acesso a um portfólio selecionado e diversificado das principais incorporadoras imobiliárias de Portugal, todas com um comprovado histórico de sucesso em entregar propriedades excepcionais.

“O mercado imobiliário em Portugal tem apresentado um bom desempenho e continua oferecendo atraentes oportunidades de investimento e, com a pandemia e a impossibilidade de viajar para o exterior, a modalidade de investimento em fundos ficou ainda mais atrativa por não ter a necessidade de que o interessado vá até o país para conhecer o imóvel onde está investindo”, destaca Ana.

Há uma série de benefícios que podem ser destacados para quem tem o interesse em investir por meio dessa opção, são elas:

·         Em quase todos os cenários, os fundos são mais eficientes no âmbito fiscal. A propriedade direta envolve diversos impostos de aquisição, aluguel e eventual venda. Os fundos estão isentos de muitos desses impostos.

·         O mercado de fundos é altamente regulamentado. Isto torna essa opção mais segura e oferece tranquilidade para os investidores internacionais, uma vez que o gestor do fundo, o Banco Depositário e a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) supervisionam todo o processo.

·         Simples e baixa manutenção. Ter uma propriedade significa lidar com inúmeras taxas, inquilinos, reparos, seguro de construção, representação fiscal, hipotecas e o processo de transferência de propriedade.

·         Diversificação em vários investimentos, classes de ativos e localizações, incluindo investimentos fora de Portugal (até 40%).

·         Retornos acima do mercado comparado a outras opções de investimento do Golden Visa Português.

O valor mínimo para investir na opção de Fundo que qualifica para o Golden Visa Português passará de €350.000 para €500.000 a partir de janeiro de 2022. O produto oferecido pela LCR também pode ser escolhido por quem busca diversificar seu portifólio internacionalmente mesmo sem aplicar para o Golden Visa, ainda que este seja o maior objetivo da maioria dos clientes da empresa.