Desenrola Brasil entre na reta final e vai até 31 de março; governo já limpou nome de 12,3 milhão de pessoas

Desenrola Brasil entre na reta final e vai até 31 de março; governo já limpou nome de 12,3 milhão de pessoas

Restam quatro dias para a conclusão do Desenrola Brasil, programa criado pelo governo federal para possibilitar a renegociação de dívidas de pessoas físicas. Nessa fase final, o foco da ação é a Faixa 1, que abrange brasileiros com renda bruta mensal de até dois salários mínimos e pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Sob a coordenação do Ministério da Fazenda desde julho, o programa teve a prorrogação aprovada, no fim de 2023, pela Medida Provisória 1.119 e pela Portaria 1.572. O prazo para os últimos pedidos de renegociação, por meio digital, é até 31 de março. 

Dívidas inferiores a R$ 20 mil, cujos valores foram atualizados e que tenham sido negativadas entre 2019 e 2022, poderão ser parceladas. O site do Desenrola oferece descontos médios de 90%, para quitações à vista, e de 85% para as opções de parcelamento.

O Ministério da Fazenda destaca que a prorrogação do programa foi pensada para alcançar um número ainda maior de brasileiros. “Essa ampliação significa que mais 7,3 milhões de dívidas que estavam disponíveis para pagamentos à vista poderão ser divididas em até 60 meses”, informa a pasta.

Na última quinta-feira (21), ocorreu o Dia D do MegaFeirão Serasa e Desenrola Brasil, que contou com o apoio de  técnicos e especialistas em educação financeira em 27 agências centrais dos Correios em todas capitais do país.

Em todo o país, mais de 12,3 milhões de pessoas já foram beneficiadas pelo Programa Desenrola Brasil, que possibilitou a negociação de cerca de R$ 38 bilhões em dívidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *